Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inês Mocho

Makeup & Beauty.

08
Out18

PELE DESIDRATADA? OS 4 SINAIS

brad-halcrow-590097-unsplash.jpg

 

Embora seja muitas vezes confundida, pele desidratada não é sinónimo de pele seca. Ou vice-versa!

 

Não querendo entrar em explicações muito cientificas, porque não é de todo a minha área, deixo-vos um breve resumo: enquanto pele seca (baixa produção de sebo) é uma "condição", ou seja, algo que "nasce" connosco e que faz parte do nosso ADN, a pele desidratada (falta de água) é algo que pode surgir de um momento para o outro a qualquer pessoa.

 

Sim, até quem as peles mais oleosas podem ficar podem ficar desidratadas. Como? A causa mais comum é mesmo a falta de água no nosso organismo, mas não é a única! Temperaturas extremas, vento e alimentação deficitária são outros fatores possíveis. Por isso, não é de estranhar, que depois dos dias quentes de verão e da loucura das férias, a nossa pele tenha tendência para ficar assim.

 

Há 4 "sintomas" que nos permitem identificar de imediato uma pele desidratada 👇

 

1. Comichão (normalmente em zonas onde a pele começa a escamar);

2. Pele mais sensível;

3. Aspeto cansado (as olheiras ficam, quase sempre, mais marcadas);

4. Aparecimento de rugas e linhas.

 

Tratar uma pele desidratada acaba por ser relativamente fácil. Para além de ser muito importante manter uma boa rotina de hidratação e limpeza, é essencial aumentar o consumo de água e evitar a perda da mesma, evitando ao máximo a exposição solar.

 

Beijos beijos