Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inês Mocho

Makeup & Beauty.

16
Fev17

Report: New York Fashion Week

_AG19109.jpg

Depois de 8 dias bem recheados e um bocadinho caóticos, o desfile de Marc Jacobs deu por encerrada mais uma semana da moda em Nova Iorque. Antes que a loucura recomece em terras de sua majestade é altura de rever alguns dos momentos mais importantes da primeira fashion week desta temporada.

 

O foco principal de qualquer semana da moda, seja em Nova Iorque ou em Lisboa, é mostrar as novas coleções. Até há bem pouco tempo os desfiles eram a maneira favorita dos designers e marcas darem a conhecer as suas propostas, mas a verdade é que há cada vez mais quem opte por inovar. As apresentações que aconteceram durante esta semana foram a prova disso mesmo: Zac Posen organizou uma exibição de fotografias da sua coleção, enquanto a dupla Baja East deu uma festa de arromba onde alguns convidados especiais vestiram a nova coleção. nyfw report.jpg

Dentro de todas as apresentações e de todos os desfiles há um em especial que fez correr muita tinta: Calvin Klein. Para quem não costuma estar a par destas andanças esta foi a estreia de Raf Simons na marca norte-americana. E que estreia foi! O antigo diretor criativo da Dior já tinha sido alvo de muitos elogios quando lançou o novo conceito By Appointment e depois desta coleção maravilhosa merece uma ovação de pé. É cada vez mais claro que Calvin Klein já não é a mesma.

nyfw report1.jpg

Depois de nos deliciarmos com as peças maravilhosas que desfilam é altura de começar a analisar as tendências, ou seja, aquilo que inevitavelmente vamos usar e abusar dentro de alguns meses. Só com uma das 4 semanas feitas ainda é difícil elaborar um trend report super completo mas nada nos impede de fazermos algumas previsões.

 

Das dezenas de desfiles que vi há uma tendência bem forte que é comum a quase todos: os fatos. Apesar de já terem vindo a marcar presença em vários desfiles nas estações passadas, agora invadiram as passerelles da Big Apple.

 

Uma das outras tendências bem presentes diz respeitos aos casacos que, obviamente, são sempre peças cruciais nas coleções de outono/inverno. E neste departamento destacam-se: os casacos de pelo e com pelo (como os shearling coats) e tudo o que seja mais oversized (para nos podermos encher de camisolas sem perecermos pequenos chouriços).

nyfw report2.jpg

Por muita que as coleções já por si sejam maravilhosas há sempre um toque mágico de quem as desfila. Por isso não podia deixar de vos falar de algumas modelos que marcaram a New York Fashion Week.

 

Esta última semana veio provar aquilo que o mundo da moda já desconfiava: 2017 vai ser o ano de Bella Hadid. A mana mais nova de Gigi pisou algumas das mais prestigiadas passereles de Nova Iorque, desde Oscar de La Renta a Alexander Wang, sem esquecer Ralph Lauren e Carolina Herrera.

 

Quem também teve uma semana maravilhosa foi Ashley Graham. Depois de ter posado para a sua primeira capa da Vogue americana, a modelo teve o prazer de desfilar para Michael Kors. Apesar de Ashley ser uma das modelos mais requisitadas do momento continua a não ser muito comum vermos modelos plus size nas passerelles. Mas algo me diz que isto está prestes a mudar. Para além de Ashley, também nomes como Candice Huffine e Marquita Pring fizeram parte dos line ups.

 

Claro que não podíamos falar em modelos sem falarmos nos nossos tesouros nacionais: Sara Sampaio e Maria Clara. É certo e sabido que o nosso anjo está no auge da carreira, arrecadando cada vez mais desfiles, capas, editoriais e campanhas. Mas confesso que tenho um lugar muito especial no meu coração para Maria Clara, que temporada após temporada tem construído um percurso invejável e muito promissor.

hbz-street-style-nyfw-fw2017-day5-41.jpg

Nos últimos tempos o mundo da moda tem provado cada vez mais que não é uma indústria supérflua. Basta uma rápida pesquisa pelo Instagram para encontrarmos imensos modelos, editores e influencers que têm utilizado a suas plataformas para lutarem pelas mais diversas causas. E claro que qualquer semana da moda com a cobertura mediática que tem é uma excelente oportunidade para os designers se fazerem ouvir.

 

Nestes dias muitos decidiram seguir o exemplo de Maria Grazia Chiuri para Dior (de onde surgiu a tão famosa t-shirt “We should all be feminists”). Prabal Gurung foi um dos mais aclamados: dezenas de modelos fecharam o seu desfile com t-shirts repletas de mensagens bem poderosas como “the future is female”, “we will not be silenced” e “love is the resistence”. Mas os statements desta fashion week não se ficaram por aqui. Cushnie Et Ochs e Milly escolheram a dedo as suas bandas sonoras e foram muitos os slogans que se transformarem em autênticos "gritos de guerra".

 

Agora é altura de viramos toda as nossas atenções para Londres e nos prepararmos para mais uma semana cheia de novidades.

 

Beijos beijos 

(Imagens via: Vogue e Harper's Bazaar)